Homem é preso por embriaguez e filho é acusado de violência contra próprio pai em São José

No último domingo dia 24, um homem foi preso por embriaguez ao volante, após uma denúncia via 190, dando conta de que o condutor de um automóvel estaria completamente bêbado e teria causado um acidente de transito com vítima, na Estrada Silveira da Motta, localidade do Camboatá.

De acordo com a PM, o condutor afirmou que trafegava sentido jaguara e no momento da colisão que passava por um bar da localidade, onde cerca de uns cinquenta metros resolveu fazer um retorno a fim de parar no referido bar. Porém, ao realizar outra manobra com intuito de estacionar o veículo, acabou colidindo contra uma motocicleta.

A vitima apresentava lesões nas pernas, sendo conduzida para atendimento médico. Ao ser indagado, o condutor do automóvel admitiu ter ingerido bebida alcoólica e que sua CNH estava vencida. Após apreciação na 104ª DP, o acusado foi encaminhado até a 110ª DP de Teresópolis para exame de alcoolemia. De posse dos resultado do exame, o preito constatou que o acusado estava realmente embriagado. O condutor acabou permanecendo preso, tendo sido ainda aplicadas medidas administrativas por sua situação na condução irregular do veículo.

O registro dos fatos foi feito através do boletim número 2866559 e da ocorrência 1130/2019. A guarnição foi comandada pelo 2º Sargento Rodrigo, com apoio do 2º Sargento B. Costa, bem como do 3° Sargento Augusto, além do Cabo Tarcísio e do Soldado Bernardino.

Já na segunda ocorrência, registrada nesta terça-feira dia 26, na localidade de Santa Fé, a PM foi acionada para atender um pedido de violência doméstica. Conforme a testemunha, que esteve no DPO informando os fatos, a guarnição de plantão seguiu em auxílio até a residência do acusado de agredir o próprio pai.

Chegando no local, os policiais encontraram um senhor de 80 anos passando mal, que afirmava ter sido agredido com um tapa no rosto pelo próprio filho, de 48 anos de idade, por conta do sumiço de um carregador de celular. Os policiais prestaram socorro imediato à vítima, encaminhado-a ao HMST – hospital Maternidade Santa Theresinha.

Durante o trajeto, a guarnição encontrou o acusado em um bar próximo ao endereço da ocorrência. Onde ele foi abordado e conduzido até a unidade hospitalar. O acusado disse aos oficiais que seu pai também havia lhe agredido.

Após atendimento médico, as partes foram conduzidas à 104ª DP para registro dos fatos, onde o acusado e vítima foram enquadrados no crime de lesão corporal como violência doméstica, de acordo com o Artigo 129, do parágrafo 9° do Código Penal. Após todos os trâmites, pai e filho foram liberados.

O registro dos fatos foi feito através do boletim número 2971145 e da ocorrência 104-00134/2019. A guarnição foi comandada pelo 1° Sargento Diego, com apoio dos Cabos Karen e Ázara, bem como dos Soldados Borba e Vigiânio.

(Imagem: Reprodução)

Anúncios