Prefeitura de São José vai comprar área para captação de água do Rio Preto

De acordo com o decreto n° 2.986 publicado nesta sexta-feira dia 19, no Diário Oficial do município de São José do Vale do Rio Preto, a área denominada como Rohanda, atualmente pertencente ao espólio de Zita Marly Poock de Sousa Santos, localizado à Rua Deputado Manoel de Sousa Santos, que fica próximo à adutora da ETA – Estação de Tratamento de Água da Maravilha, passa a ser considerada de Utilidade Pública para fins de desapropriação, por conta de suas características, que atendem as necessidades atuais e emergentes do município.

O local da zona rural da cidade vai servir para implantar o sistema que irá receber a água bruta bombeada do Rio Preto para ser tratada. Segundo o decreto, a localização é ideal por possuir segurança hídrica para captação, adução, tratamento e distribuição da água.

Será aproximadamente uma área de 2.200 m2 que a prefeitura pretende desapropriar. A Secretaria Municipal de Obras Públicas, Urbanização e Transportes, fica autorizada a proceder todas as medidas necessárias e oportunas na forma da legislação em vigor para que as instalações sejam feitas. Bem como a PGM – Procuradoria Geral do Município, que já está autorizada a proceder com as diligências necessárias para efetuar acordos ou entendimentos com o proprietário, na relação de preço e forma de pagamento, abrindo-se os créditos necessários para a execução da desapropriação do local.

Anúncios