Pais alertam sobre sensação de insegurança em escola de São Lourenço, em São José; direção da escola desmente acusação

Alguns pais de alunos estão preocupados com a situação de insegurança que a unidade escolar de São Lourenço, zona rural de São José do Vale do Rio Preto, vem apresentando.

Segundo as imagens encaminhadas para nossa redação, é percebido que o portão da unidade escolar fica totalmente aberto, aparentemente sem ninguém acompanhando a entrada ou corredores da escola, mesmo com os alunos já dentro das salas de aula, isso no momento da filmagem. O autor das imagens chega a mostrar que tem uma placa informando que a escola conta com sistema de segurança em vídeo 24 horas, mas que mesmo assim, deixar os portões sem ninguém tomando conta seria um investimento jogado fora e mal administrado. Já que qualquer pessoa entraria e faria o dano, servindo o sistema apenas para mostrar quem o fez e não prevenir que a situação viesse a acontecer.

Alguns pais e responsáveis indagam o motivo do portão ficar aberto mesmo sem ser horário dos alunos entrarem ou saírem das aulas. E como não tem ninguém que fique tomando conta nesse período, podendo dar chances para qualquer indivíduo entrar na escola sem ser percebido.

Em contato com a Secretária de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia, Rafaela Teixeira da Silva, ela disse que todas as providências de responsabilidade da Secretaria de Educação foram tomadas, como disponibilização de equipe, direcionando zelador, inspetor de disciplina, merendeiras e direção adjunta, que são os profissionais necessários para o funcionamento de cada escola. Rafaela citou que o fato apresentado nas imagens, poderia ser um momento isolado ou descuido, mas que a direção da escola é que poderia esclarecer melhor sobre a situação, uma vez que a unidade escolar dispõe de quem tem essa responsabilidade para cuidar da entrada e saída de pessoas nos portões de cada escola, que são os zeladores e inspetores de disciplina.

Diretor aponta rotina da escola, garantindo segurança dos alunos e funcionários

Após retorno do diretor da escola, Senhor André Luís, recebemos as imagens do momento em que o pai faz a gravação da denúncia afirmando a situação de insegurança na escola. Segundo o diretor, o autor das imagens esteve na unidade escolar para buscar o filho, pedindo que a secretária deixasse o portão aberto, até a vinda do filho. Após a saída da funcionária, o pai iniciou a gravação fazendo as acusações de que a unidade escolar não fechava o portão. André diz que o autor das imagens agiu de má fé. Pois, o horário em questão, refere-se a chegada dos alunos do turno da tarde, tendo sempre funcionário circulando pelo local. Como é possível ver no vídeo, onde o zelador, a inspetora e o próprio diretor passam pelo corredor.

O diretor afirma que o sistema de vídeo instalado na unidade escolar, fora instalado por ele, não tendo sido cobrado nenhum valor pelo serviço prestado.

Nas imagens enviadas pela direção da escola, é possível observar que o portão estava fechado por volta das 11h09, onde o inspetor de disciplina vai até o local e o deixa aberto para a entrada dos alunos do período da tarde. Às 11h13 o autor da denúncia chega na escola, já com o portão aberto; ou seja, apenas quatro minutos depois que o funcionário fez a abertura, sendo possível ver que o inspetor fica uma boa parte desse tempo na entrada acompanhando os alunos.

A secretária de Educação aponta que é notório os horários de abertura do portão, chegada do autor do vídeo e a rotina dos funcionários durante o período em que ficou aberto o portão para chegada dos alunos do período da tarde.

Nas imagens da escola é possível ver que os funcionários e toda equipe dão suporte e ficam observando a entrada e saída de pessoas na unidade escolar. Levantando a suspeita de que o autor do vídeo poderia ter agido de má fé.

A escola de São Lourenço conta atualmente com sete câmeras em todos os espaços da unidade educacional, além de toda a equipe estar atenta na rotina do colégio, garantindo boa assistência aos funcionários e alunos; não havendo motivos para preocupação de nenhuma insegurança.

Anúncios