Meio Ambiente e Polícia Civil flagram depósito irregular de resto de construção em Itaipava

Fiscais da Secretaria de Meio Ambiente e agentes da 106ª Delegacia de Polícia flagraram um bota-fora irregular na Rua Jerônimo Ferreira Alves, no Mangalarga, em Itaipava, nesta quarta-feira (23). A operação resultou em multa para o motorista do caminhão que transportava o material (R$ 2 mil) e para o proprietário do terreno (pode chegar até R$ 20 mil). Participaram da ação em conjunto seis pessoas com o apoio de duas viaturas e de um drone.

A área estava sendo monitorada há cerca de um mês pelos fiscais após moradores da região relatarem que caminhões estavam jogando no terreno resíduos de forma irregular, causando um avanço para uma área de mata e intervenção no curso hídrico. “Foi constatado a existência de grande quantidade terras e entulhos provenientes da construção civil”, explica Miguel Fausto, chefe do setor de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente.

No momento da operação, os entulhos estavam sendo lançados dentro da faixa marginal de proteção do rio, sem respeitar o limite mínimo definido em lei. “O motorista será multado por lançamento de resíduos sólidos em desacordo com a legislação vigente. Não havia responsáveis no local, o proprietário poderá ser multado em até R$ 20 mil, além da necessidade de recuperar a área”, explica Miguel.

“O caminhoneiro chegou a apresentar o manifesto de transporte de resíduos (MTR), que é um documento que indica o gerador do resíduo, o transportador do material e a destinação final. Esse tipo de material deve ser levado para Pedro do Rio, como estava escrito no MTR que ele apresentou”, completa o fiscal.

O telefone para o atendimento da Secretaria de Meio Ambiente é o (24) 2233-8180 e a denúncia pode ser realizada por qualquer pessoa de forma anônima. O setor de fiscalização organiza um cronograma para atender as demandas recebidas.

“Organizamos os nossos atendimentos de acordo com as denúncias. A participação dos petropolitanos é muito importante para casos como esse, ajudando a preservar o meio ambiente”, explica o secretário de Meio Ambiente, Fred Procópio.

Fonte: Diário de Petrópolis