Sem horário de verão, celulares adiantam relógio em uma hora

Mesmo com a extinção do horário de verão, por meio de decreto do presidente Jair Bolsonaro em abril deste ano, usuários do sistema Android afirmaram nas redes sociais na madrugada deste domingo, 3, que os relógios de seus celulares adiantaram uma hora automaticamente. Como o domingo é dia da primeira prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, é preciso que os usuários de smartphones fiquem atentos.

O problema já era previsto. Em comunicado em blog, o Google explicou que “todas essas modificações impactam diretamente no Banco de Dados Global da IANA (em português, Autoridade para Atribuição de Números de Internet), que é utilizado por smartphones e dispositivos eletrônicos para garantir que você esteja sempre na hora certa, onde quer que esteja. Na prática, isso significa que alguns celulares possivelmente não tenham a informação necessária para evitar que o relógio dos aparelhos seja alterado automaticamente como se o horário de verão ainda estivesse valendo”.

Em 20 de outubro, parte da população foi surpreendida pela atualização errônea do horário de verão em celulares e outros dispositivos. O horário foi atualizado automaticamente pelas operadoras de telefonia, já que o horário de verão começava tradicionalmente no terceiro final de semana de outubro.