São José: Policiais apreendem arma ilegal em Morelli; acusado foi preso

As guarnições do DPO da 2ª CIA de São José do Vale do Rio Preto, sob o comando do 30º BPM de Teresópolis, vem fazendo um grande trabalho de intensificação no combate ao crime em toda a região, principalmente nas divisas do município vale riopretano.

Prova disso são as abordagens que vem logrando êxito, após receberem denúncias da população e de parceiros das guarnições, que colaboram através do 190 e dos telefones de contato com o DPO, fixo/whatsapp (24) 2224-7169.

Os policiais tem intensificado as ações na divisa de São José, visto que algumas tentativas de roubos foram registradas nas localidades de Córrego Sujo e Tristão Câmara, região petropolitana.

Na madrugada desta quarta-feira dia 04, a ação resultou na apreensão de uma arma e munições ilegais. A guarnição comandada pelo Subtenente Geraldo, estava em patrulhamento na Estrada Silveira da Motta, na localidade de Parada Morelli. Onde por volta de 01h15, os agentes abordaram um caminhão modelo Ford/Cargo de cor prata, que estava sendo conduzido pelo filho do motorista do veículo, que estava no carona.

Os oficiais fizeram revistas, tanto pessoal quanto no interior do caminhão, logrando êxito em encontrar escondidos em uma bolsa, um revólver calibre 38 da marca Rossi, que não estava registrado, e carregado com seis munições intactas, além de mais oito munições do mesmo calibre.

O carona, que é pai do condutor do veículo, assumiu de imediato ser o proprietário do revólver, informando ter comprado a arma no CEASA do Rio de Janeiro, com um homem desconhecido.

Diante dos fatos, a guarnição conduziu o material e o acusado até a 104ª DP para apresentação da ocorrência, que foi direcionada para a central de flagrantes da 110ª DP de Teresópolis, onde o acusado foi autuado e preso em flagrante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.

Segundo a PM, o acusado já tem anotações criminais por uso de documentos falsos, formação de quadrilha, lesão corporal culposa e estelionato.

A guarnição do Subtenente Geraldo teve ainda o apoio do 2° Sargento Furtado, 2° Sargento Fábio, Cabo Ázara e Soldado Salema, além da colaboração do Subtenente Benevides. O registro foi feito sob o boletim nº 3198749 e ocorrência nº 110-06450/2019.