São José: Policiais irão receber indicação para "Promoção por Bravura" pelo salvamento de jovem

A guarnição da 2ª CIA do DPO de São José do Vale do Rio Preto, comandada pelo Subtenente Geraldo, integrada pelo 2° Sargento Furtado, 2° Sargento Fábio, Cabo Ázara e Soldado Salema, irão receber a indicação do Comandante do 30º BPM de Teresópolis, Coronel Marco Aurélio Santos, ao Secretário de Estado da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Coronel Rogério Figueredo de Lacerda, para serem agraciados com uma “Promoção por Bravura”.

A indicação para os policiais do DPO de São José, será uma homenagem especial pelo salvamento do jovem vale riopretano de 28 anos, que tentou se suicidar na última segunda-feira dia 09, no bairro de Camboatá.

Conforme relatado pelos policiais, eles seguiram até o local, após uma comunicação via 190, ao chegar no local, foram informados por populares que a vítima já estaria morta há pelo menos 15 minutos. Os oficiais seguiram por uma área de mata, no alto de uma escadaria, próxima a residência do jovem. O rapaz estava caído aos pés de uma árvore com um lençol amarrado no pescoço que foi cortado pelo pai e irmão, com a ajuda de populares que o encontraram. A guarnição não identificou nenhuma reação ou sinais vitais no jovem. Imediatamente, o Cabo Ázara procurou por sinais de pulso na vítima e iniciou respiração boca a boca, com massagem cardíaca, momento em que percebeu um fraco sinal de pulsação.

Com a ajuda do Soldado Salema e de populares, a vítima foi colocada na viatura e encaminhada até o HMST – Hospital Maternidade Santa Theresinha.

Durante o todo o trajeto, foram feitas contínuas tentativas de manter o pulso da vítima e reanimação. Os Sargentos Furtado e Fábio informaram ao Subtenente Geraldo todo o procedimento adotado no local e o deslocamento para a unidade hospitalar. Chegando no hospital, uma equipe médica comandada pela Doutora Gleicimar, com apoio dos socorristas do SAMU, conduziram a vítima para a emergência.

Cerca de uma hora depois, a equipe médica comunicou que a vítima chegou em estado gravíssimo, com sintomas de overdose de drogas além do enforcamento; porém, já se encontrava estabilizada.

O irmão da vítima contou que o trabalho da PM foi fundamental e que graças a ação policial, o irmão está vivo. Ele destacou ainda que os policiais foram verdadeiros anjos da guarda de seu irmão.

O pai do jovem, bastante emocionado, que foi quem cortou o lençol, junto de seu outro filho, contou que foi muito difícil fazer a retirada do corpo do filho da árvore. Expressando ainda que a ação dos policiais é motivo de agradecer à Deus; pois, o filho está vivo por conta deles.

A mãe do jovem, também muito emocionada, relatou que mesmo quando todos não acreditavam mais que seu filho estaria vivo, os policiais não desistiram. A matriarca da família disse que, em questão de segundos os policiais agiram, e ela apenas pediu: “salvem meu filho”.

A guarnição e a família seguem emocionados e agradecidos pela segunda chance que o jovem teve de seguir sua vida. O jovem recebeu alta da unidade hospitalar e já se encontra em casa.

O comandante da guarnição, Subtenente Geraldo, disse que a ação policial demonstrou que o trabalho da polícia não é somente para reprimir e prender, e sim, para preservar e salvar vidas. Citando que esta é a filosofia do 30º BPM, comandado pelo Coronel Marco Aurélio. Os demais integrantes da guarnição, também destacaram que o papel da polícia sempre foi de cuidar do ser humano, antes de qualquer repressão.