São José: Vale riopretano desaparecido é encontrado pela Polícia

Após quase uma semana de muita comoção e ajuda da população que buscou compartilhar todas as informações possíveis para que o jovem vale riopretano Átila Rodrigues de Almeida, de 36 anos de idade, fosse encontrado. As Polícias Militar e Civil de várias cidades, unidas com os oficiais de São José do Vale do Rio Preto, em tentar localizar o taxista, que estava desaparecido desde a última segunda-feira dia 30, quando após fazer uma corrida por volta das 16h, não mais foi localizado; neste sábado dia 04, o cruzamento de informações das polícias, bateu com dados do 3º CPA do 34º Batalhão de Polícia Militar de Magé.

Em nota divulgada no início da tarde deste sábado dia 04, o BPM divulgou uma prévia da ocorrência, que segue sendo investigada sob sigilo.

Na nota, informando o registro da ocorrência de nº 861000/2020, confirma que o corpo encontrado na localidade de Citrolândia, no município de Guapimirim, no dia 1º de janeiro, por volta das 15h36, batia com a descrição do jovem taxista vale riopretano.

Segundo divulgado, os policiais do Batalhão de Magé procederam ao local, onde foi encontrado um corpo caído, já sem vida, com sinais de violência. Diante dos fatos, foi feito contato com a DHBF – Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense, na sede da 67° DP.

Após os trâmites legais, o corpo foi removido pelo rabecão, sob a guia de n° 002/2020, para o IML de Teresópolis.

No início da tarde deste sábado, o Subcomandante da 2ª CIA do DPO de São José do Vale do Rio Preto, Subtenente Benevides, confirmou que o pai do taxista já estava em direção ao instituto para liberação do corpo.

A polícia segue nas buscas para localizar o veículo em que o Átila saiu para última corrida, um modelo Chevrolet/Classic de cor bege, placa LPM 4A18, ano 2009/2010, com chassi final nº 78909. As investigações prosseguem sob total sigilo.