São José: Polícia prende acusado de ter espancado a esposa por quatro horas; agressor era considerado foragido até a revogação do primeiro mandado

Segundo divulgado pela Patrulha Maria da Penha, da 2ª CIA do DPO de São José do Vale do Rio Preto, o agressor que espancou a esposa, recentemente, por aproximadamente quatro horas, de maneira cruel e covarde, usando cabo de vassoura, cinto de couro, chutes e socos, e que estava foragido da justiça desde 21 de dezembro de 2019, foi preso nesta segunda-feira dia 17, pela guarnição e Patrulha Maria da Penha, que estavam de plantão no departamento policial de São José, sob o comando do 2º Sargento Bulhões.

Conforme informado, na época da ocorrência, o agressor só parou porque a vítima conseguiu pedir socorro para sua mãe.

Segundo a policia, após ter cometido a atrocidade, o marido da vítima teve sua prisão revogada na última semana e retornou à São José, voltando sua rotina normalmente. Porém, no início da tarde desta segunda-feira, o acusado perseguiu a vítima de moto, que desesperada acelerou e fugiu. Esse fato foi levado ao conhecimento do Ministério Público e contemplado pela Dra Beatriz, que solicitou a prisão do acusado e que foi aceita pela Dra Vânia, dando origem a um novo mandado de prisão, que foi cumprido pela Polícia Militar em menos de 10 minutos.

A Patrulha Maria da Penha destaca que a prisão desse acusado é uma resposta a um crime odioso, que tem feito um número enorme de mulheres vítimas de uma concepção machista em que a mulher pode ser punida, educada e repreendida através da violência.

A prisão do acusado é um aviso aos agressores que, o trabalho da polícia continuará sendo bem feito e incessante, para coibir com o rigor da lei esse tipo de violência.