São José: População só deve ir em hospitais ou clínicas em caso de necessidade

Atendendo a uma determinação do Ministério da Saúde, bem como da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, a recomendação é que as pessoas evitem aglomerações, principalmente nos casos que se tem visto em várias cidades, que tem gente indo à clínicas e hospitais sem nenhuma necessidade.

A recomendação não é só para São José, mas em todas as unidades de saúde do Estado. O diretor do HMST – Hospital Maternidade Santa Theresinha, em São José do Vale do Rio Preto, Alan Cordeiro, conversou com nossa reportagem, e alertou que essa orientação do Governo Estadual deve ser levada em consideração pela população, e se atentar que, ir à hospitais ou clínicas sem necessidade de atendimento de emergência, é um descuido muito grande com a sua própria saúde e com a do próximo.

O momento é de ser prevenir. Cuidando para que somente quem realmente precisa de atendimento médico hospitalar, vá até uma unidade e receba atendimento.

Em que momento a pessoa deve ir até um hospital ou clínica médica e procurar atendimento? Essa é a pergunta da maioria das pessoas. E a resposta é simples: Somente quem esteja com febre, com dificuldades de respirar, e tosse. Tendo esses sintomas, este seria o momento de procurar um profissional da saúde. Caso algum desses sintomas esteja ausente, a pessoa está com um resfriado ou gripe comuns. Não havendo necessidade de ir até um espaço clínico.

Em caso de estar com resfriado comum, a orientação é que a pessoa permaneça dentro de casa, lave bem as mãos, faça uso de álcool gel, não saia de casa, tome bastante líquido, e se alimente bem.

Somente em caso de um agravamento, onde a falta de ar, tosse e a febre estejam incontroláveis, aí sim, um profissional da saúde deve ser procurado. Para então, ser determinado a necessidade de internação ou exame para detecção de covid-19 (coronavírus).

Ir até um hospital sem necessidade, é como se colocar em risco e também o próximo, além dos profissionais da área de saúde, que estão cuidando dos demais pacientes internados por outras situações clínicas. Pois, além do coronavírus, estamos em uma época típica de gripe normal. Em caso de ser uma pequeno resfriado, ao estar em aglomerações desnecessárias, a pessoa pode passar de um simples resfriado a uma gripe facilmente.

Então, o importante é saber que: o Governo do Estado orienta que as pessoas com sintomas de gripe ou resfriado comuns devam permanecer em casa por 14 dias, a fim de evitar a contaminação de outras pessoas. Além disso, repouso e higiene reforçada para que sejam minimizados os riscos dos familiares também ficarem com gripe.

Divulgação de casos suspeitos de forma irresponsável
Outra questão levantada e que poucas pessoas se atentam para isso, é que devemos apenas compartilhar informações que sejam de canais oficiais da saúde. Jamais sair compartilhando textos, áudios e vídeos avulsos sem identificação do autor ou do local de procedência da informação. Em caso de dúvidas, as pessoas não devem compartilhar; e evitar neste momento, não só a proliferação do coronavírus, mas também de notícias falsas.

Até esta quarta-feira dia 18, nenhum caso foi registrado em São José
Segundo o diretor do HMST, até a manhã desta quarta-feira dia 18, nenhum caso de suspeita havia sido registrado na unidade hospitalar. Ninguém com síndrome gripal ou possível caso de coronavírus foi detectado ou esteve fazendo uso do teste no hospital de São José.

Não procede a notícia sobre os casos com os sintomas do coronavírus em São José
Após compartilhamento de informações sobre casos em São José, segundo informado pela empresa instalada na cidade, em que o funcionário tem vínculo, o mesmo que é morador da cidade de Areal, esteve indo até uma unidade hospitalar de Três Rios, com uma forte gripe. Chegando no local, diante da situação, foi feito o teste do covid-19, tendo dado, inicialmente, negativo para coronavírus. Confirmando se tratar apenas de uma gripe comum. Outros boatos de suspeitas também foram descartados até o momento.

Visitas aos pacientes internados em São José
A direção do HMST divulgou comunicado na tarde desta quarta-feira, informando que, frente ao panorama nacional e m concordância com as recomendações do Governo do Estado e do Município de São José, que desde o último dia 16 de março, as visitas aos pacientes internados estão seguindo as seguintes regras:

  • pacientes internados poderão receber uma pessoa por dia, que poderá permanecer junto ao paciente por um período máximo de 10 minutos;
  • se dois pacientes estiverem recebendo visita, os demais só poderão receber visitas ao término dos 10 minutos das outras duas visitas em andamento para evitar aglomerações;
  • pacientes que têm a permissão de permanecer com acompanhamento não poderão receber visitas;
  • pacientes com suspeita ou em casos confirmados do covid-19 não poderão receber visitas.

Confira na íntegra o comunicado que foi divulgado:

Dicas de prevenção: Mantenha-se em casa e ao ter contato com alguém, esteja a mais de um metro de distância das pessoas; lave as mãos com água e sabão frequentemente, ou na impossibilidade, use o álcool gel; evite tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas; tossir ou espirrar na dobra do braço, ou cobrindo nariz e boca com lenço de papel e descartando o mesmo após o uso; leve em consideração que não estamos de férias e sim em isolamento social.

Envie denúncias, informações, reclamações, vídeos e fotos para o WhatsApp ou Telegram da Rede Info News (32) 9 9803-5633, e conte para nossa equipe como está a situação do seu bairro ou região.