São José: Decreto Municipal estabelece medidas para o comércio local se prevenir contra coronavírus

A prefeitura municipal de São José do Vale do Rio Preto, publicou o Decreto nº 3.090, no Diário Oficial desta quarta-feira dia 18, onde estabelece medidas de prevenção contra o coronavírus, para que os estabelecimentos comerciais do município possam enfrentar e agir de forma segura com a situação de emergência na saúde pública.

Segundo o decreto do prefeito Gilberto Esteves, fica determinado, para os estabelecimentos comerciais de São José, as seguintes medidas emergenciais temporárias, que irão abranger as áreas de alimentação dos bares, restaurantes e similares:

O horário de funcionamento de padarias, bares, restaurantes e afins, está limitado das 05h até às 22h.

Restaurantes, bares e lanchonetes deverão adotar as medidas, cumulativas, de higienizar, após cada uso, durante o período de funcionamento e sempre quando do início das atividades, as superfícies de toque (como cardápios, mesas e bancadas), preferencialmente com álcool em gel 70%. Além de higienizar, preferencialmente após cada utilização ou, no mínimo, a cada a cada 3 (três) horas, os pisos, paredes e forro, com produtos sanitizantes próprios.

Deverão ainda, manter à disposição, na entrada no estabelecimento e em lugar estratégico, álcool em gel 70%, para utilização dos clientes e funcionários do local. Também deverão dispor de protetor salivar eficiente nos serviços que trabalham com alimentos. E também deverão manter locais de circulação e áreas comuns com os sistemas de ar condicionados limpos (filtros e dutos) e, obrigatoriamente, manter pelo menos uma janela externa aberta ou qualquer outra abertura, contribuindo para a renovação de ar.

O decreto municipal também dispõe que esses estabelecimentos deverão manter disponível o kit completo de higiene de mãos nos sanitários de clientes e funcionários, utilizando sabonete líquido, álcool em gel 70% e toalhas de papel.

Também deverão manter os talheres higienizados e devidamente individualizados de forma a evitar a contaminação cruzada; e diminuir o número de mesas no estabelecimento de forma a aumentar a separação entre as mesmas, diminuindo o número de pessoas no local e buscando guardar a distância mínima recomendada de 2m (dois metros) lineares
entre os consumidores.

Ainda está no decreto que os estabelecimentos deverão fazer o controle de entrada de pessoas, a fim de evitar a aglomeração dentro do estabelecimento.

As disposições já estão em vigor, e ficarão em vigor enquanto perdurar o estado de emergência internacional pelo novo coronavírus.

Envie denúncias, informações, reclamações, vídeos e fotos para o WhatsApp ou Telegram da Rede Info News (32) 9 9803-5633, e conte para nossa equipe como está a situação do seu bairro ou região.