Violação Trabalhista: MPT já recebeu duas mil e 500 reclamações relacionadas ao Covid-19

Já passam de duas mil e 500 as denúncias de violações trabalhistas relacionadas ao novo coronavírus.

O número refere-se às denúncias feitas ao Ministério Público do Trabalho em todo país, desde o início da crise causada pela pandemia, em março.

De acordo com o MPT, entre as denúncias, trabalhadores de telemarketing relatam que empresas de call center estariam colocando os funcionários em risco, com o uso coletivo de equipamentos não higienizados e falta de distanciamento mínimo entre as estações de trabalho.

Em Mato Grosso, o MPT notificou os cinco maiores supermercados da capital Cuiabá. Os procuradores querem que as empresas adotem medidas para evitar a contaminação dos trabalhadores e a disseminação do vírus nesses ambientes.

A Procuradora Tathiane Menezes relata as principais queixas. As regionais do Paraná e do Rio Grande do Sul registraram o maior número de denúncias. Duzentos e vinte inquéritos civis já foram abertos.

O levantamento do Ministério Público do Trabalho não inclui ainda os casos relatados em Minas Gerais e Rio de Janeiro, que não enviaram dados.

Denuncias de violações trabalhistas podem ser feitas no site: mpt.mp.br, ou pelo aplicativo MPT Pardal. No formulário, o Ministério Público do Trabalho criou a marcação “Covid-19” especificamente para registrar demandas relacionadas aos impactos gerados pela pandemia.

Cada unidade regional também dispõem de plantão de denúncias, por contato telefônico.

Fonte: Agência Brasil

Envie denúncias, informações, reclamações, vídeos e fotos para o WhatsApp ou Telegram da Rede Info News (32) 9 9803-5633, e conte para nossa equipe como está a situação do seu bairro ou região.