São José: Homem é preso por estupro de vulnerável

Neste domingo dia 26, um homem foi acusado de ter estuprado sua enteada de 12 anos de idade. Segundo divulgado pela Polícia Militar, a denúncia dá conta de que a vítima passou o dia todo chorando muito, mas não dizia o motivo. Na parte da noite, por volta das 19h30, resolveu contar que seu padrasto tinha ido até o seu quarto pela madrugada de domingo, por volta das 04h30. Durante o ato, o acusado chegou tapar a boca da vítima com uma das mãos e com a outra foi tocando em suas partes íntimas. De acordo com a PM, o estupro durou aproximadamente 20 minutos.

Após contar sobre o ocorrido a um familiar, esse parente da vítima denunciou o homem através do 190. Segundo informado, o mesmo dizia para enteada ficar quieta e não falar nada sobre o acontecido.

Os policiais foram até o local, juntamente com a Patrulha Maria da Penha. E tomando ciência do fato, os agentes imediatamente procederam ao local fazendo contato com a vítima e sua mãe, que acompanhou a filha durante toda a ocorrência.

Após terem apontado a casa do acusado, onde também residem a vítima e sua mãe, a guarnição chamou pelo acusado algumas vezes até que o mesmo se apresentou na porta. Os agentes indagaram sobre o crime, que foi afirmado pelo mesmo, apontando que tocou nas partes íntimas da enteada.

Diante da situação, o acusado recebeu voz de prisão, sendo conduzido juntamente com as partes envolvidas até a 104ª DP, onde após apreciação do delegado de plantão, uma medida protetiva emergencial foi expedida em favor da vítima e de sua mãe.

Nesta terça-feira dia 28, a guarnição da 2ª CIA do DPO de São José, juntamente com a Patrulha Maria da Penha, em conjunto com a Polícia Civil riopretana, efetuaram a prisão do acusado, após o mandado de prisão preventiva em seu desfavor ter sido expedido pelo juiz.

No domingo, quando aconteceu o crime, a polícia não fez a prisão em flagrante, devido o lapso de tempo entre o estupro e o relato da vítima.

Assim que os policiais conseguiram localizar o acusado, na residência de um familiar, a prisão foi efetuada. Em seguida, o mesmo foi conduzido até a 104ª DP, sendo direcionado até a 110ª DP de Teresópolis, onde permaneceu preso por estupro de vulnerável.

O registro dos fatos foi feito através dos boletins de nº 3390585 e 2020.66.1.63980.74, e ocorrências de nº 104-00248/2020 e 110/2037/2020, respectivamente.

As guarnições foram integradas pelos oficiais da 2ª CIA, Subtenente Geraldo, 1° Sargento Monteiro, 2° Sargento Luiz Henrique, 3° Sargento Branco, 3° Sargento Goulart, Cabos Vigiânio, Bastos, Ázara, Nalin e Pereira, além do Soldado Salema. Também colaborou na condução da ocorrência, o Subtenente Benevides.

Já pela Patrulha Maria da Penha, os oficiais foram 1° Sargento Diego, 2° Sargento Santana, e Cabos Karen e Gisele.

Pela 104ª DP, participaram o Delegado Dr. Eliezer, Comissário Jorge e Inspetores Frederico e Monteiro.

Imagem meramente ilustrativa

Envie denúncias, informações, reclamações, vídeos e fotos para o WhatsApp ou Telegram da Rede Info News (32) 9 9803-5633, e conte para nossa equipe como está a situação do seu bairro ou região.

Rádio Rede Info News – Ouça agora!!!