Petrópolis: Sindicato dos Rodoviários cobra da prefeitura retomada de viagens intermunicipais

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Petrópolis publicou uma nota nessa terça-feira (11) cobrando da prefeitura uma posição sobre a retomada do transporte intermunicipal. Funcionários da empresa Única Fácil, que estão sem trabalhar desde março por causa da suspensão das viagens intermunicipais, temem ficar desempregados. O Sindicato e os rodoviários planejam convocar uma manifestação na próxima sexta-feira (14), para cobrar o restabelecimento da atividade.

Segundo o sindicato, não há mais motivo para impedir o transporte intermunicipal, já que foi flexibilizada a entrada de ônibus e vans de turismo, além dos carros de passeio de outros municípios. Ainda em março, o sindicato negociou com a empresa Única Fácil a estabilidade dos empregos dos rodoviários, o que vem sendo mantido até agora.

“Conseguimos com muita luta essa vitória, porém tal prazo se esgotou! Nas tratativas com a empresa, esta nos informou que não existe a arrecadação, conforme já informou a imprensa e, agora, há nova ameaça de demissões em massa. Isso nos preocupa, uma vez que, se há instabilidade das próprias empresas que nos empregam, isso se refletiria, diretamente, sobre os empregados representados por este sindicato, hipótese que nos causa assombro. São centenas de pais e mães de família que ficarão sem seus empregos para se sustentar, agravando e muito a economia da cidade”, diz um trecho da nota do sindicato.

Outra preocupação do sindicato é em relação à concorrência com o transporte clandestino e irregular. Segundo o órgão, a prática está colocando em risco os passageiros que não tem garantia de segurança e higienização nos veículos.

Nesta segunda-feira, representantes dos rodoviários e logistas do Bingen se reuniram em frente à Catedral São Pedro de Alcântara em manifestação pela retomada do transporte intermunicipal. Após a manifestação, ocorreu uma reunião na prefeitura com representantes dos rodoviários, do Sindicato, da empresa Progresso, comerciantes do Bingen e da Sinart.

De acordo com a nota, ficou acordado com a prefeitura o agendamento de uma nova reunião, com a presença da Secretaria de Saúde, para negociação da retomada. E caso o pedido não seja atendido, o sindicato planeja fazer uma nova manifestação na próxima sexta-feira (14).

Por meio de nota, a prefeitura usou como exemplo cidades vizinhas que “flexibilizaram de forma precoce e tiveram que recuar e decretar o fechamento de várias atividades novamente” para justificar os cuidados antes de flexibilizar mais atividades econômicas. O município ressaltou que as ações adotadas no município desde o início da pandemia têm o objetivo de preservar a segurança e a saúde da população. E que essas ações levam em consideração as análises feitas por médicos, infectologistas e pela Vigilância Epidemiológica.

O município disse ainda que tem realizado reuniões rotineiras com representantes de todos os setores econômicos da sociedade civil. O objetivo é que mais setores sejam flexibilizados. No momento, a Vigilância Epidemiológica estuda o protocolo de flexibilização dos transportes intermunicipais, porém, até o momento, todos os decretos editados pelo município que proíbem a circulação dos transportes públicos intermunicipais e interestaduais continuam valendo.

Fonte: Tribuna de Petrópolis

Envie denúncias, informações, reclamações, vídeos e fotos para o WhatsApp ou Telegram da Rede Info News (32) 9 9803-5633, e conte para nossa equipe como está a situação do seu bairro ou região.

Rádio Rede Info News – Ouça agora!!!