Pix: 1º dia de funcionamento restrito tem média de transações de R$ 90

A nova ferramenta de pagamento e transferência digital de valores, o PIX, teve seu funcionamento restrito iniciado nesta terça-feira (03). Até às cinco da tarde, 1.570 transações com PIX foram realizadas experimentalmente.

Até 5% dos usuários cadastrados escolhidos por cada instituição financeira foram autorizados a utilizar a ferramenta na fase de teste. Por enquanto, o horário para transações está restrito entre 9h e 22h.

Segundo Angelo Duarte, chefe do departamento de Competição do Banco Central, algumas instituições apresentaram instabilidade no início dos testes, mas os sistemas que conectam o PIX funcionaram como esperado.

A média de transações neste primeiro dia foi de R$90. A maior transação do dia foi de R$35 mil. A partir de 9 de novembro, os bancos poderão ampliar a base de clientes em condições de usar a nova ferramenta. O pix estará funcionando plenamente para todos clientes cadastrados, a partir do dia 16 de novembro.

Já foram registradas nos bancos mais de 60 milhões de chaves, que são os códigos individuais para fazer as transações usando o novo sistema.

Aos poucos o PIX deve substituir as transferências de valores hoje feitas por TED e DOC. O novo instrumento é gratuito e garante a transferência instantânea de recursos pelo clientes independente do banco utilizado.

Fonte: Agência Brasil

Envie denúncias, informações, reclamações, vídeos e fotos para o WhatsApp ou Telegram da Rede Info News (32) 9 9803-5633, e conte para nossa equipe como está a situação do seu bairro ou região.

Rádio Rede Info News – Ouça agora!!!